Você sabia??

Mesmo em âmbito judicial os magistrados e advogados estão se esforçando ao máximo para que os processos se encerrem no período de acordos conquistando a importante taxa de 90% de sucesso.


Atuamos “ativamente na audiência e irradiando atitude conciliadora” – Dr. Francisco Ricardo Sales

Como o próprio Juiz Dr. Francisco Ricardo Sales Costa aduziu, ele atua “ativamente na audiência e irradiando atitude conciliadora” sendo isso fundamental para o acordo ser conquistado entre as partes.

Agora, eu pergunto a você: Porque ingressar com uma ação judicial, com todos os custos e demora, se isso pode ser feito da mesma forma em um acordo extrajudicial, por meio de um negociador profissional?

Peguemos um exemplo de cada uma dessas empresas.

Vamos lá:

Gol Linhas Aéreas:

Um casal perdeu um voo para o Chile,  para sua lua de mel. No entanto, na data do embarque a funcionaria da Gol não deixou eles embarcarem, pois, as identidades tinham mais de 10 anos da data de expedição.

O casal perdeu o voo e sua reserva de hotel. A Gol propôs uma indenização de R$ 2.000,00 e passagens para um destino no Brasil em um primeiro momento, rejeitada pelo casal. Posteriormente, uma mediadora, com o intuito de realizar o acordo entre as partes, mostrou à Gol que essa proposta de fato era insuficiente, pois era um destino internacional anteriormente e altos danos matérias e morais.

Contraproposta da gol: R$ 3.000,00 por pessoa, além das passagens internacionais para qualquer destino na América do Sul, o que foi aceito pelo casal.

Imagine um acordo extrajudicial, onde as partes não teriam despesas processuais ou com advogados. Certamente a margem de negociação seria maior e a indenização seria maior aos clientes.

Telefônica (Vivo)

O segundo exemplo se trata de uma consumidora que teve seu nome incluído no SPC/SERASA e linha bloqueada, por falta de pagamento do pós-pago.

A cliente alega que a Telefônica mudou o sistema de pré-pago para pós-pago sem seu consentimento, apesar de ela já ter pago 20 faturas nesse formato.

Por meio de auxílio de um conciliador, a Telefônica fez uma proposta de R$ 3.000,00 e a cliente aceitou!

Esse é o caminho para uma solução rápida, vantajosa e que seja BOM PRA TODOS!

Procure ajuda de um negociador profissional e resolva seus problemas!

Um abraço